slide

menu em imagem

Image Map

Use #colecionadoresdelivros no Instagram

A Bela e a Fera. Igualzinho ao desenho?

Filme: A Bela e a Fera

Data de lançamento: 16 de março de 2017 (2h 09min)
Direção: Bill Condon
Gêneros Fantasia, Romance, Musical
Nacionalidade EUA


E ai, colecionadores? Como estão?

Na quinta-feira fui assistir A Bela e a Fera com nossa queria Hermione, digo, com nossa querida Emma Watson. O filme estava lindo! Eles buscaram colocar todos os detalhes do filme feito em 1991 e sim, ficou quase igual ao filme antigo. 

Mas então por que vale a pena ir ao cinema ver esse?

[Série] Slasher



Slasher
Lançamento da temporada: 4 de março de 2016
Lançamento pela Netflix: 01/12/2016
Criadores: Aaron Martin
Status: esperando confirmação para a 2ª temporada
Gênero: drama; horror; thriller

IMDb: 6,6/10


Essa é a primeira série original da Chiller (emissora que eu não conhecia) canadense que traz de volta o estilo de Pânico e Sream. A nota no IMDb é relativamente alta, para o estilo slasher (gênero definido pelo filme Pânico em 1996).

[Resenha] O duque e eu - Julia Quinn

Livro: O Duque e Eu
Autora: Júlia Quin
Editora: Arqueiro
Páginas: 288

Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

E ai galera, como se foram de carnaval? Não li quase nada, mas coloquei muita coisa em ordem na vida haha. Acabei de ler O duque e eu... O que ache? Vamos lá... 

[Resenha] Resgate no Mar #3.1 - Diana Gabaldon


O Resgate no Mar
SérieOutlander #3.1
Autor: Diana Gabaldon | Editora: Saída de Emergência | Edição: 1
Ano da edição: 2015 | Páginas: 592
Gênero: Romance histórico.



Continuando essa linda e forte saga, resolvi tentar ler todos os volumes dos terceiro e quarto livros da série, enquanto a Editora Arqueiro não lança os volumes do quinto livro. Quando li o segundo livro, e fui correndo assistir à 2ª temporada (Resenha Combo Aqui), fiquei arrepiada, extasiada, arrasada, descumpri promessas de não comprar mais livros esse ano que passou, foi muita coisa para processar.


Lidos em Janeiro/2017 por Jéssica Pinho

Livros lidos em Janeiro de 2017


Oie colecionadores, como estão?
Minha listinha de livros lidos em janeiro... Esse mês li bem menos do que esperava... em parte porque me dediquei a outros projetos pessoais e estava focada em outras coisas.
Mesmo assim, melhor que não ter lido nada, não é mesmo?

Era pra ter postado essa lista no começo de fevereiro, mas o tempo está corrido D-E-M-A-I-S!

1. Espada de Vidro

Livro dois de Victoria Award, não tão bom quanto o primeiro livro, mas me deixou com muita vontade de saber o final dessa história.

"O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter."

2. Canção da Rainha

É um conto sobre a Trilogia da  Rainha Vermelha, onde conta a história da mãe de Marven e C.., sua trajetória e o que acontece com ela.

"Conto inédito que revelará detalhes das antigas intrigas do mundo de A Rainha Vermelha. Neste conto que se passa no universo da série A Rainha Vermelha, você terá acesso ao diário secreto da rainha Coriane, primeira esposa do rei Tiberias VI e mãe de Cal. Presente de seu querido irmão Julian, o caderno se tornou o único lugar onde a nobre prateada podia desabafar sem que seus pensamentos e emoções fossem usados contra ela. Ainda jovem, Coriane Jacos foi obrigada a se mudar para o palácio real e lutava para lidar com os perigos e armadilhas do convívio com as outras Grandes Casas. A garota e o então príncipe herdeiro ficaram cada vez mais próximos, provocando a inveja e o ciúme de outras jovens da nobreza, sobretudo Elara Merandus — que tinha o poder assustador de entrar na mente das pessoas. Apaixonado, o príncipe descartou a Prova Real e escolheu Coriane como sua esposa, mas a vida da jovem rainha estava muito longe do tradicional 'felizes para sempre'…"

3. Nada - Janne Teller

Tinha ouvido falar muito bem desse livro, mas confesso que ele não era nada do que eu esperava. Vou trazer a resenha dele aqui depois!

“Nada importa.” “Você começa a morrer no instante em que nasce.” Pierre Anthon está no sétimo ano e tem certeza de que nada importa na vida. Por isso, passa os dias sobre os galhos de uma ameixeira, tentando convencer seus companheiros de classe a pensar do mesmo modo. No entanto, diante da recusa do menino de descer da árvore, seus colegas decidem fazer uma pilha de objetos dotados de significado, e com isso esperam persuadi-lo de que está errado. Mas aos poucos a pilha se torna um monumento mórbido, colocando em xeque a fé e a inocência da juventude.

4. Tudo e Todas as coisas - Nicola Yoon

Ah, esse eu já resenhei aqui no blog pra vocês. Quem não viu e quiser ver, está aqui!

"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."

O melhor dos quatro? Tudo e todas as coisas.
Por hoje é só!!

Beijos e voltem sempre =D


Personalizado por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo